• Rodrigo Goncalves

O Covid-19 na neo-idade média

Até pouco mais de 500 anos atrás, éramos servos e vítimas de tiranos, reis e religiosos. Usavam nossa ignorância, medo, fé e miséria para usurpar nossa liberdade e nos controlar. Nós, simples mortais, éramos massa de manobra escrava ou semi-escrava, que servia a uma elite.

Foi aí que alguns ingleses e franceses geniais e notáveis pavimentaram o caminho de fuga das trevas. Francis Bacon, John Locke, Isaac Newton, René Descartes e outros, mostraram que a razão é a principal ferramenta que Deus nos deu para sermos felizes. Chamamos este movimento de Iluminismo.

Foi bem nesta época que um país se levantou contra os tiranos e criou um sistema político e econômico baseados nos mais nobres princípios de direito à liberdade, vida e propriedade: o capitalismo nos EUA.

De lá para cá, liderados pelos EUA, conseguimos, aos poucos, romper alguns dos grilhões da ignorância. Através do entendimento da realidade, evoluímos a ciência, conquistamos a natureza, criamos uma nova era para o ser humano tirando milhões de pessoas das trevas.

Em toda esta jornada houve resistência daqueles que não são competentes o suficiente para serem felizes por si próprios e se ressentem e invejam a felicidade alheia. Apoiados por pensadores contra-iluministas como Kant, Marx e outros, o coletivismo, em diferentes formas, trouxe morte, destruição e ainda sustenta elites dominadoras e usurpadoras pelo mundo.

Você acha que o Brasil é um país capitalista e livre?

Você acha que o Brasil é um país capitalista e livre? Longe disto. O Brasil é um dos países com menor liberdade econômica do mundo. Está em 153º lugar no mundo, em uma lista de 180 países [1]. O Brasil é um pais coletivista e dominado por uma elite.

O Covid deixou claro que vivemos em uma "neo-idade média". Usam a ignorância e o medo como ferramentas de dominação, subjugação e controle. Até os EUA está sob forte ataque dos anti-iluministas modernos!

Em um país livre, em face de uma ameaça como o Covid, o papel de um governo liberal seria o de educar, orientar e prover suporte para iniciativas privadas e pesquisa. Em um país livre, o governo daria aos indivíduos os meios para que cada um tomasse a decisão que melhor lhe convIesse para sua própria vida e felicidade. Alguns precisariam correr mais riscos que outros. Alguns precisariam se proteger mais que outros. Caberia a cada indivíduo determinar como enfrentaria os desafios da vida. O Covid seria só mais um deles.

Ao contrário disto, no Brasil o direito das pessoas transitarem, trabalharem e viverem livres foi irracionalmente e sumariamente cerceado. Em nome de um inimigo invisível, a população foi aprisionada e empobrecida. Médicos e pseudo-cientistas foram usados para propagar o medo e a ignorância. Empobreceram e enfraqueceram o povo para controlar e subjugar.

E por quem? Por uma elite: novos reis. Os reis modernos usam togas e gravatas. Na idade média éramos controlados por poucos reis. Agora, na neo-idade média, são vários reis, cada um com sua corte. Por exemplo, o STF custa meio bilhão de reais por ano! Dinheiro compulsoriamente extorquido de nós através de impostos. Cada um dos 11 ministros tem uma corte de 222 pessoas na média [2]. Eles usufruem de uma vida confortável e de privilégios inacessíveis para os demais brasileiros que os sustentam.

Os ministros do STF e os deputados e senadores são reis com privilégios inacreditáveis. E o que mantém seus privilégios é a ignorância e o medo da população que eles controlam através de uma democracia de fachada.

É muito fácil saber quem quer te controlar e te subjugar. Use a realidade como seu farol. Discursos que se apoiam em "construções sociais", valores relativos e contradições lógicas, ou rótulos sem significado preciso e definido, são uma armadilha. Pensamentos coletivistas que relativizam a importância do indivíduo são genocidas a devem ser evitados e repudiados.

Você é o único responsável pela sua felicidade.
Você tem que ter direito a trabalhar e usufruir do resultado do seu trabalho como quiser.
Você tem que ter o direito de ser livre e ter opinião.
Você tem que ter o direito de lutar e preservar sua própria vida.
Qualquer iniciativa que fira qualquer um destes seus direitos fundamentais só tem um propósito: mantê-lo sob o controle dos neo-tiranos, reis pseudo-democratas de toga e gravata.

Lockdown irracional, uso obrigatório de máscaras nas ruas, limitações de funcionamento de comércio e negócios, restrições de uso de tratamento médico, prisão de pessoal com opinião contrária aos neo-reis, etc. Todas as ações que cerceiam os seus direitos fundamentais de liberdade, opinião e vida, são tiranias travestidas de bem comum. Em um país verdadeiramente livre, este tipo violação as direitos fundamentais dos homens nem passaria pela cabeça dos governantes.


[1] https://pt.wikipedia.org/wiki/Índice_de_Liberdade_Econômica

[2] http://politicos.org.br/blog/stf-um-tribunal-11-ministros-e-meio-bilhao-de-custo



79 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo